Características da personalidade dos filhos do orixá Logunedé

O orixá Logunedé é um jovem e misterioso, que aprendeu os segredos das águas doces com sua mãe Oxum e da caça com Oxóssi, seu pai.

É sincretizado com Santo Expedito, que segura a cruz da espiritualidade e o ramo de palmeira, da natureza. Logunedé traz consigo o espelho de Oxum, o lado feminino e espiritual das águas doces. 

Traz também o arco de Oxóssi, o lado masculino da caça e dos elementos da natureza.

Os filhos de Logunedé podem não ser fáceis de reconhecer e não são muito comuns também.

Mas sempre se pode esperar arte ao seu redor. Principalmente as artes que os colocam em evidência como dança, canto, talvez teatro.

Esses filhos vaidosos, e estão sempre criando algo belo.

Sabem segredos que os ajudam a conseguir tudo o que querem, seja por intuição ou por descobrirem na prática.

Sua beleza é inesperada e exótica. Não é como a beleza padrão, mas é sempre cativante.

A aparência jovem é também uma característica dos que têm Logunedé como orixá de cabeça. 

Tanto que, às vezes, os orixás desta família, Oxum, Oxóssi e Logunedé, podem ser comparados às imagens tríplices de várias religiões, como pai, filho e mãe.

Sendo o pai Oxóssi, o filho Logunedé e Oxum como Espírito Santo, no catolicismo e, como exemplo distinto, nas religiões egípcias como Hórus, Iris e Osíris.

São vaidosos e belos e têm facilidade em conseguir as coisas.

Por isso, às vezes a preguiça ou o ciúme são características que marcam os filhos de Logunedé. Fazem-nos parecer mimados.

E a contradição se forma quando da mãe puxam o lado sociável e, do pai, puxam o individualismo quase egoísta.

Às vezes, considerado o senhor da pesca, que é como caça nas águas. Seu lado masculino vem de Oxóssi, caçador certeiro e, de Oxum, vem sua beleza, vaidade e docilidade, representando seu lado feminino.

Algumas lendas falam de Logunedé passa seis meses do ano com cada um de seus pais. Outras falam como se ele mudasse de sexo e fosse mulher por seis meses, homem por outros seis.

No entanto, a bissexualidade nada tem a ver com este orixá, mas sim seu caráter de união entre feminino e masculino que, na verdade, pode ser levado, antes de tudo, como uma lição de harmonia.