Laroyê, Exús da umbanda. Confira um belo ponto cantado em homenagens a Eles

Laroyê, Exús da umbanda!

Olha não mexa, com o povo da Calunga.

A cova pode ser rasa, mas a terra é profunda.

Não é brincadeira, pense bem antes de entrar.

Pois tem guardião na porteira e sentinela a vigiar.

Não faça aos outros, o que não quer receber.

Pois o mal se torna o dobro, quando volta pra você.

Tome cuidado, com aquilo que pedir. Pois perde a tranquilidade, quem vive para destruir.

Preste atenção, no caminho que escolher, pois pode não haver retorno quando se arrepender.

Laroyê Exús da umbanda!