Conheça quem são os Erês e Ibejis e entenda a diferença entre eles

Existe uma confusão no entendimento de quem são os Erês e Ibejis. Com certeza há uma relação, mas não se trata de uma mesma entidade.

 

Ibeji é o Orixá-Criança, em realidade, duas divindades gémeas infantis, ligadas a todos os orixás e seres humanos e sincretizados com os santos Católicos São Cosme e São Damião.

Por serem gêmeos, são associados ao princípio da dualidade; por serem crianças, são ligados a tudo que se inicia e nasce: a nascente de um rio, o nascimento dos seres humanos, o germinar das plantas, etc.

Ibeji na nação Ketu, ou Vunji nas nações Angola e Congo. É o Orixá Erê, ou seja, o Orixá criança. É a divindade da brincadeira, da alegria; a sua regência está ligada à infância.

Ibeji está presente em todos os rituais do Candomblé pois, assim como Exú, se não for bem cuidado pode atrapalhar os trabalhos com as suas brincadeiras infantis, desvirtuando a concentração dos membros de uma Casa de Santo. É o Orixá que rege a alegria, a inocência, a ingenuidade da criança. A sua determinação é tomar conta do bebé até à adolescência, independentemente do Orixá que a criança carrega.

Ibeji é tudo o que existe de bom, belo e puro; uma criança pode-nos mostrar o seu sorriso, a sua alegria, a sua felicidade, o seu falar, os seus olhos brilhantes. Na natureza, a beleza do canto dos pássaros, nas evoluções durante o voo das aves, na beleza e perfume das flores.

A criança que temos dentro de nós, as recordações da infância. Feche os olhos e lembre-se de um momento feliz, de uma travessura, e você estará a viver ou revivendo uma lenda deste Orixá. Pois tudo aquilo de bom que nos aconteceu na nossa infância, foi regido, gerado e administrado por Ibeji. Portanto, Ibeji já viveu todas as felicidades e travessuras que todos nós, seres humanos, vivemos.

A lenda e a história de Ibeji, acontece a cada momento feliz de uma criança. Ao menos para manter vivo este importante Orixá, procure dar felicidade a uma criança. Faça você mesmo o encantamento de Ibeji. É fácil: faça gerar dentro de si a felicidade de estar vivo. Transmita esta felicidade, contagie o seu próximo com ela. Encante Ibeji com a magia do sorriso, com o amor de uma criança.

Erês (crianças) são entidades de evolução incontestável pertencentes a espiritualidade. Descem nos templos de Umbanda, Candomblé, tradições esotéricas e até mesmo em casas espíritas. Trazem em si uma alegria toda peculiar de sua falange. Gostam de brincar, cantar e dançar, mas na verdade são grandes trabalhadores da espiritualidade maior. Não é á toa que a linha de crianças compõe a chamada “tríplice umbandista”.
Os trabalhos dos Erês são simples. Por serem grandiosos magos do universo, eles trabalham muito facilmente, não precisando de oferendas caprichadas e luxúrias em seus afazeres. As crianças realizam curas, ajudam a levantar famílias, protegem crianças, entre uma infinidade de trabalhos que realizam. Nós ainda entendemos muito pouco desta grandiosa falange.

SAIBA MAIS

Oferenda aos Erês para obter melhorias em seu relacionamento, adoçar seu amor – Aprenda como fazer uma oferenda aos Erês para melhorar relações amorosas ou adoçar o amor e assim obter, em seu relacionamento, a força e a proteção dessas entidades da Umbanda.

Amarração de amor com Erê (Cosme e Damião) – A amarração de amor feita por Erê é um dos mais eficientes trabalhos espirituais existentes para unir casais feito na linha branca de umbanda.

Simpatia do guaraná a Cosme e Damião para seu amor voltar – O dia dos namorados se aproxima e essa simpatia de Cosme e Damião é pra que você acha que seu relacionamento que acabou ainda merece uma chance, e que ainda pode virar um grande amor.