Ibeji, Erês e Cosme e Damião – O mistério da infância na Umbanda e Candomblé

Ibeji, Erês e Cosme e Damião são figuras ligadas ao mistério da infância na Umbanda e Candomblé, embora representem diferentes aspectos em cada culto.

Ibeji, Erês e Cosme e Damião estão relacionados entre si, tanto na Umbanda quanto no Candomblé e no Catolicismo.

São celebrados tradicionalmente no mês de setembro, devido a influência católica que sincretizou os espíritos infantis aos santos católicos.

Ibeji, Erês e Cosme e Damião são homenageados no dia 27 de setembro, “Dia de Cosme e Damião”.

Ibeji, Erês e Cosme e Damião – Diferenças básicas na Umbanda, Candomblé e Catolicismo

O Ibeji no Candomblé

  • Ibeji é uma energia que vêm relacionada ao orixá de cada pessoa.
  • Através do Ibeji o orixá desenvolve seu elo de ligação com o iniciado no Candomblé, assimilando  fundamentos, ritos, modo de dançar e cultuar seu orixá, etc.
  • Ibeji realiza funções como lavar, cozinhar, e cumprir as “chimbas”, dentre outras funções.
  • Um ritual que acontece ligado ao Ibeji dentro de algumas casas é o Panan, realizado no dia seguinte a festa da saída do iniciado.
  • O Panan, bem explicado neste texto aqui, funciona como uma espécie de retorno a vida social para o iniciado, pois ele esteve recolhido muitos dias fazendo o santo.
  • Ibeji é um elo tão poderoso de ligação do iniciado ao orixá que pode substitui-lo em qualquer situação; até mesmo no xirê.
  • O Ibeji, bem conduzido pela mãe de santo, pode vir a ter muita responsabilidade no Terreiro dando consultas, indicando ebós, e até mesmo conduzindo certos rituais.

O Erê na Umbanda

  • O Erê da Umbanda tem uma origem diferente do Ibeji do Candomblé e portanto; possuem diferentes funções e atribuições em cada religião.
  • O Erê é uma energia ancestral que pode estar relacionada ao orixá de cabeça da pessoa ou, até mesmo ligado ao orixá da ancestralidade familiar.
  • Além disso, o Erê pode ser compreendido também como um espírito desencarnado, infantil ou que se manifeste no estado infantilizado, orientando, assim, os fiéis da Umbanda.
  • Os Erês são um meio de conexão espiritual que comunicam ensinamentos e experiências diversas a seus médiuns e à comunidade.
  • O Erê representa o espírito em sua condição natural, sem as impurezas espirituais advindas da evolução e livre arbítrio, portanto; tem imensa capacidade de perdoar, curar e aconselhar os seres humanos.
  • O Erê da Umbanda prega a união e o amor incondicional entre os seres.

Cosme e Damião representados na Umbanda, Candomblé e Catolicismo

  • Cosme e Damião são santos católicos associados na Umbanda aos Erês e, no Candomblé a Ibeji e, são homenageados em 27 de setembro, dia consagrados aos santos.
  • Considerados os patronos dos médicos e cirurgiões, Cosme e Damião podem, por isso, ser representados por emblemas ligados à medicina.
  • Além disso, esses santos são padroeiros também das crianças, dos físicos, farmacêuticos, das faculdades de medicina e, ainda, dos barbeiros, cabeleireiros e turismólogos.
  • São Cosme e Damião, dois irmãos gêmeos, viveram no Oriente e eram reconhecidos por sua habilidade como médicos e por sua alma caridosa, visto que que não cobravam por seu trabalho devido a fé em Cristo.
  • Os santos curavam os enfermos não só com seu saber da medicina da época, mas também; através de milagres propiciados por suas orações.
  • Eles jamais abandonaram sua crença no catolicismo e, por isso, foram perseguidos e decapitados em 303 DC.
  • Cosme e Damião representam a face católica do culto aos Erês da Umbanda ou dos Ibejis do Candomblé; e são homenageados com doces, velas, incensos e diferentes rituais.

Ibeji, Erês e Cosme e Damião – Culto

  • Data de culto: 27 de setembro;
  • Saudação: “Oni Erê!” ou “Oni Beijada!”;
  • Dia da semana: domingo;
  • Cor da guia: todas as cores, exceto preto, toda azul claro e ou toda rosa;
  • Cor da vela: azul claro e/ou rosa;
  • Pedra: quartzo rosa;
  • Bebidas: suco de frutas, refrigerantes, água de coco, água com mel, água com melado;
  • Comidas: doces de qualquer natureza, caruru, pipoca com mel, frutas, etc.;
  • Frutas: maçã, banana, goiaba, jabuticaba, amora, pitanga, morango, banana, etc;
  • Flores: crisântemos, margaridas, rosas, etc.;
  • Ervas: manjericão, anis, alecrim, jasmim, capim limão, folhas de morango;
  • Local de oferenda na natureza: aos pés de uma árvore, jardins, praias, parques, praças e campos limpos;

Participação na “Obrigação Anual para Cosme e Damião” em 27 de setembro

Agende sua participação em nossa “Obrigação Anual para Cosme e Damião” e encomende, então, o trabalho espiritual mais indicado ao seu caso. Faça contato e teremos prazer em ajudar você a solucionar seus problemas.