Omulú não é o diabo como pregam os evangélicos

O orixá Omulú não é o diabo como pregam alguns evangélicos, que representam o médico dos deuses da Umbanda de forma negativa quando ele é um curador do bem, na verdade.

Omulú não é o diabo

Tentativa de demonizar deuses que não sejam cristãos

Alguns membros da Igreja Evangélica e; especialmente das Igrejas Neopentecostais, preferem disseminar o ódio e a incompreensão e associar os orixás da Umbanda a entidades maléficas.

Isso é uma mentira que necessita ser esclarecida, pois Omulú não é o diabo, aliás; nem sequer existe a figura do diabo nas religiões de origem africana, como na Umbanda.

Talvez; a associação com o diabo aconteça devido ao fato de quem não conhece a origem do orixá, e estranhe seu modo de vestir, com uma espécie de véu que cobre todo o seu corpo.

Essa vestimenta que cobre Omulú foi feita por Ogum, e; tem o objetivo de cobrir as deformações no corpo desse orixá.

A associação com diabo, outras vezes; vem apenas por se tratar de um deus que difere dos costumes cristãos, e assim ele é associado ao abjeto diabo.

Quem é Omulú-Obaluaê?

Omulú-Obaluaê é o orixá da Umbanda que está ligado aos processos de cura das doenças, sendo considerado “Médico dos Orixás”.

Omulú está associado aos santos católicos São Lázaro e São Roque, santidades que tem ligação com a cura de doenças.

Omulú é representado como um orixá velho e Obaluaiê seria a versão mais jovem da mesma divindade.

Saiba mais sobre Omulú-Obaluaê

Omolú-Obaluaê é o senhor das doenças, é o orixá da renovação dos espíritos,  senhor dos mortos e regente dos cemitérios; considerado o campo santo entre o mundo material e o mundo espiritual.

Obrigação Anual a Omulú-Obaluaiê ocorre em 16 de agosto, dia de São Roque, trazendo o axé de cura de doenças do “Médico dos Orixás”. Participe!

Se você quer descobrir orixás e entidades que acompanham você desde o nascimento, o site “Raízes Espirituais” vai revelar e ensinar como cultua-los.